-

Over The Rainbow - Um Livro de Contos de Fadxs


Não temos tantas opções de romance com temática LGBT quanto gosta-ríamos, não é mesmo?

Até temos algumas, mas são poucas e ainda não são tratadas com a mesma importância da qual livros distantes da temática LGBT desfrutam. Tudo bem que autores de grandes best-sellers, como John Green, acompanhado de David Levithan (ou é o contrário?), autores de “Will & Will”, e Benjamin Alire Sáenz e Clemente Pereira, autores de “Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo”, tentaram fazer a sua parte ao lançar romances com temática LGBT (embora eu possa julgar que um deles não passe de bromance), mas, fora esses, é difícil conseguir pensar em mais algum.

Nesse caso, seria melhor que eu fizesse uma pesquisa para enriquecer esse texto e poder listar bons exemplos para quem procura uma boa leitura com temática LGBT para os próximos dias, mas vale ressaltar que essa não é a minha intenção aqui. Além do mais, a necessidade dessa pesquisa, por si só, deixa claro que, por ora, quem quiser um bom livro que trate de romance entre pessoas do mesmo sexo (e que não seja um romance puramente erótico) ainda não vai encontrá-lo com facilidade nas estantes que ficam na entrada das grandes livrarias.

Cenário esse que pode ter mudado um pouquinho com o lançamento de Over The Rainbow, da Editora Planeta.

Apesar do título em inglês, o livro é nacional e, acreditem, agrega um total de cinco contos com temática LGBT. Fiquei sabendo da sua publicação por acaso; acompanho o trabalho da drag queen Lorelay Fox no YouTube há um tempo e, graças a ela, descobri o lançamento do livro. Não foi merchandising da parte dela: Lorelay também é um dos autores da obra. E isso me empolgou.

Porque (e aqui vou fazer uma introduçãozinha sobre ela) a Lorelay é esse tipo de drag queen brasileira que não existe em grande número no meio e tampouco se encaixa nos padrões que se espera de uma drag queen. É provável que você não a encontre batendo cabelo, como muitas outras que ganham fama em cima disso costumam fazer, mas, se procurar seu nome no Google ou até mesmo no YouTube, vai encontrar centenas de imagens suas muito bem montada – como se espera de uma drag queen.


Mas não foi o visual da Lorelay que chamou a minha atenção: foi o seu discurso. Em tempos em que canais do YouTube com formadores de opinião sobre os mais diversos assuntos se tornaram tão populares, Lorelay aproveitou o mercado para criar um canal que fala de um assunto que ainda não era tra-tado com a devida seriedade ou dedicação: a comunidade LGBT.

Trabalho esse que é tão bem feito e foi tão bem reconhecido por milhares de pessoas que lhe rendeu o convite para fazer parte da coletânea de contos do livro de que falo aqui. E não foi só o dela: Renato Plotegher Jr., Maicon Santini e Eduardo Bressanim também têm a sua popularidade no YouTube, enquanto que Milly Lacombe, escritora e jornalista, já tem a sua quantidade de livros LGBT publicados (e aqui fica mais uma indicação!).

Over The Rainbow traz cinco releituras de clássicos da literatura infantil em que seus protagonistas agora são lésbicas, gays ou transexuais (não temos bissexuais, por enquanto). Aqui, as histórias de Cinderela, João e Maria, Bela e a Fera, Rapunzel e Branca de Neve foram reimaginadas não só para incluir os personagens coloridos, mas para adequá-los à realidade de hoje em dia. A intenção do livro é maravilhosa!

E alguns dos seus contos também o são. Estou falando de histórias que não escondem o preconceito que gays e lésbicas sofrem diariamente, e algumas delas têm justamente esse tema como premissa. Também são retratadas as dificuldades que a comunidade LGBT sofre no cotidiano não só ao ter que lidar com estranhos, mas com aqueles que, muitas vezes, dividem o mesmo teto que eles. Para aqueles que não fazem parte dessa realidade, o livro acaba oferecendo uma palhinha da ainda dura realidade que é ser gay, o que pode tocar a empatia de alguns. Para aqueles que se reconhecem nos personagens retratados, acaba sendo uma ótima maneira de ver que alguns dos seus problemas não são só seus.

O livro só peca um pouco na inexperiência de alguns dos autores. Algumas das histórias têm ótimas intenções, mas uma execução muito ruim, deixando claro que nem todos ali sabem muito bem o que estão fazendo ou até que nunca tinham pensado em escrita até que o convite para fazer parte do livro lhes foi feito. Mesmo assim, para outros, o dom da escrita se manifesta de forma tão mágica e envolvente que fica até difícil acreditar que essa foi a primeira vez que o autor se submeteu à escrita de um conto de quarenta páginas. Estou falando de você, Lorelay!

No final das contas, é um livro que informa, em grande parte, que conversa bem com a realidade de quem faz parte da comunidade LGBT e que até pensa em divertir o leitor. A sua publicação é um sopro de esperança para aqueles que enchem sites de fanfiction com suas histórias yaoi e yuri (eu!), porque aqui, pelo que julgo ser a primeira vez, vemos um livro com temática gay se esforçando para ser popular, ao invés de tentar ser só mais uma cartilha informativa sobre um tema ainda tratado como tabu por muitos. Fico alegre, inclusive, em ver o trabalho de divulgação da Planeta com esse livro, que cria eventos de autógrafos (com centenas de fãs presentes) e acaba por motivar a descoberta da obra. Isso, a meu ver, ainda é inédito quando se fala de livros com temática LGBT – e até quando se fala de livros nacionais.

É também um bom uso dessa recém-criada categoria dos catálogos literários: os chamados livros de youtubers. Em épocas em que muitos criticam enquanto milhares consomem esse tipo de literatura, é uma boa maneira de usar a fama desse novo tipo de famoso da internet para trazer um pouco de diversidade para o mercado.
E é um tiro certeiro.

E para quem quiser conhecer um pouco mais da Lorelay Fox e se apai-xonar pela maneira como ela fala de assuntos tão importantes, esse é um dos seus vídeos mais famosos: uma explicação detalhada da diferença entre travestis, drags e transexuais. Vale o play!




Over the Rainbow 
Vários Autores
Editora: Planeta
(3 de Maio de 2016)
Idioma: Português
Compre aqui




Mia Fernandes
Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger