-

como reconhecer o abuso emocional


Por muito tempo, minha ideia do que seria um relacionamento saudável era bem distorcida. Sempre acreditei que desde que eu estivesse com alguém, as circunstâncias não importavam muito. Se a pessoa estava ali comigo, esse era um sinal claro de que "existia amor" ali.

É óbvio que eu estava enganada. Com essa visão limitada do que era estar em uma relação, eu deixei me envolver em situações desconfortáveis, com homens cujo nível de manipulação estava tão anos luz à frente, que em minha cabeça, era impossível reconhecer os sinais óbvios:

- Excesso de controle
No meu caso, tudo começou de maneira muito sútil: o cara queria saber quem eram todos os meus amigos e quando percebi, já estava querendo ditar com quem eu deveria e não deveria sair. Tente entender a diferença entre "querer saber da sua vida" e "querer controlar cada passo que você dá".
Se a palavra final em suas decisões é a do seu companheiro, fique alerta.

- Exagero
Outra coisa que percebi, era que tudo fugia de um padrão aceitável com esses caras. Você já se deparou com 80 chamadas perdidas em um curto período de tempo? Já lidou com alguma reação exagerada para algum comentário banal? As ameaças de término eram constantes e usadas para reforçar a vontade do seu par?

- É tudo sua culpa
O manipulador é extremamente eficaz ao realocar a culpa de todos os acontecimentos do universo para você. Se estar com seu/sua parceirx é estar constantemente esperando por qual será o seu próximo "deslize", fique esperta e reavalie as situações passadas: será que você estava mesmo errada?



- Ciúmes
O que é perfeitamente aceitável em doses saudáveis, foge totalmente do controle quando o parceirx é abusivo. No meu caso, o que mais me alertou para o comportamento estranho de um dos meus namorados, foi o fato de ele tentar demonizar o meu melhor amigo sempre que encontrava uma brecha. Logo, o ciúmes escalou para: todos os homens na sua vida estão querendo você (inclusive os homossexuais e os namorados das minhas amigas).

- Medo
Por fim, o que realmente me alertou era um sentimento que se apoderava de mim: o medo. Eu tinha medo de encontrá-lo. Medo de contar como foi meu dia. Medo da reação dele. Medo de terminar o relacionamento. Se você vive o seu namoro com medo, alguma coisa muita errada está acontecendo.

Esses são os sinais básicos de que você está sofrendo abuso emocional. Por fim, é importante lembrar que você se sente ameaçada, existem algumas atitudes que precisa tomar:



- Conte para as pessoas próximas
Informe seus pais da situação (eles podem até ficar bravos, mas ninguém se preocupará mais com você do que eles). Avise aos amigos do que está acontecendo e não tenha medo de solicitar a companhia deles para não ficar sozinha.

- Não apague nada
Eu sei que na raiva, a primeira coisa que queremos fazer é deletar todas aquelas conversas horríveis do nosso Whatsapp. Não delete! Faça backup de tudo e diga aos seus amigos onde eles podem achar esses arquivos em caso de emergência.

- Toda cautela é pouco
Quando eu finalmente terminei um dos relacionamentos abusivos em que me envolvi, mudei completamente minha rotina (fazia um caminho diferente para o trabalho, saia mais cedo da faculdade e parei de frequentar os mesmos lugares). Eu sei o quanto é frustrante mudar sua vida por conta de alguém, mas se você tem medo de qualquer tipo de retaliação, talvez se sinta mais segura com a rotina nova.

Enfim, essa situação nunca é fácil e por muitas vezes, queremos nos enganar e colocar a culpa do comportamento abusivo em uma fase que nunca termina. Seja forte, busque ajuda em seus amigos e familiares e sempre busque o melhor pra você!
Mia Fernandes
Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger