-

como se livrar dos maus hábitos


Por mais que custe admitir, todos nós temos hábitos dos quais não nos orgulhamos. Pode ser uma besteirinha inofensiva (roer unhas) ou algo que realmente atrapalhe sua vida (adiar todas as responsabilidades por conta de maratonas de seriados). Não importa a gravidade, o resulto final é sempre o mesmo: maus hábitos incomodam e são quase impossíveis de largar.

Veja bem, eu disse que eles são quase impossíveis de largar e em nenhum momento afirmei que se livrar de maus hábitos era uma utopia. Como estou nesta vibe de me tornar um ser humano melhor e blá blá blá, resolvi que era hora de sentar e fazer uma lista de todos os possíveis comportamentos repetitivos que estavam atrasando a minha vida.

Isto nos leva ao primeiro passo da jornada:


1) Reconheça os seus hábitos e como eles estão afetando sua vida
Primeiro faça uma lista de tudo que você faz com frequência. Eis aqui alguns exemplos do que são considerados hábitos:
✪ Fumar um maço de cigarro por dia
✪ Dormir horas além do combinado
✪ Não tirar a maquiagem antes de dormir
✪ Comer em menos de meia hora
✪ Stalkear azainimiga no Facebook
E por aí vai...
Depois que você compilar sua lista de hábitos, é hora de analisar os Prós e os Contras de cada um deles. Não precisa enlouquecer e listar mil motivos em cada coluna: duas ou três opções já são o suficiente.
Feito isso, revise tudo e veja quais são os hábitos que realmente podem prejudicar (ou já estão prejudicando sua vida). Ninguém melhor do que você poderá julgar o peso de suas ações.


2) Reprograme seu cérebro para fugir dos maus hábitos
Quando você tiver em mente quais são os hábitos dos quais pretende fugir, é hora de substituí-lo por coisas mais saudáveis ou que no mínimo, sejam inofensivas.
Exemplos:
✪ Trocar os cigarros por adesivos com nicotina.
✪ Tentar dormir uma hora antes todos os dias.
✪ Comprar um demaquilante caro que você sentirá arrependimento sempre que esquecer de usar.
✪ Começar a contar quantas vezes você mastiga a comida.
✪ Ao invés de stalkear alguém, abra o YouTube e digite: cute puppy
O negócio não é abandonar os hábitos nocivos de uma hora pra outra: é reprogramar sua cabecinha para desenvolver hábitos melhores.


3) Quando tiver recaídas: não fique impune!
Na hora de se livrar dos maus hábitos, a única regra é: não trabalhamos com autoindulgência. Você quer fumar um cigarrinho hoje? Então, esqueça aquela cervejinha com os amigos mais tarde! Vai stalkear a atual do ex-namorado? Então, não vai poder assistir ao episódio novo do seu seriado!
Sempre retire algo que você gosta de fazer da sua rotina para cada uma de suas recaídas.
É doloroso, mas condicionar o seu cérebro com estímulos negativos funciona a longo prazo. Em breve você verá que não vale a pena sacrificar seus pequenos prazeres por coisas que só vão te causar mal.


4) Mantenha um diário do processo
Escrever é uma das melhores terapias que existem! Mantenha um diário para registrar cada passo do seu processo. Você teve vontade de voltar para o mau hábito? Anote no diário. Já faz uma semana que você não acende um cigarro? Descreva a sensação. Faça uma lista de pequenas recompensas para cada marco que você alcançar nesta jornada!
Quando você estiver em um momento propenso à uma recaída, releia o que escreveu anteriormente e reflita sobre tudo o que teve que fazer para chegar até aquele momento. Tenho certeza absoluta que você vai pensar duas vezes antes de voltar para o começo!


5) Encontre um amigo para esta jornada
Lembra que eu disse que todo mundo tem hábitos ruins? Então, provavelmente seu melhor amigo também quer se livrar deles! Façam um pacto entre vocês para se cobrarem constantemente e cuidar do progresso um do outro. Sempre que pensar em ter uma recaída, procure esse amigo para bater um papo!
Qualquer caminho é mais agradável com companhia!

Por fim, é preciso lembrar que seus hábitos não nasceram do dia para a noite e que eles não vão sumir da mesma maneira. Tenha paciência com você mesma e lembre-se o que te motivou a abrir mão desses comportamentos em sua vida.

Agora eu quero saber: quem aí já se livrou de um mau hábito? Qual foi a técnica que você adotou? Me conte tudo nos comentários!

Mia Fernandes
Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger